A Força Dos Chineses Na Importação

você sabe que os chineses estão indo devorar seu negócio? e uma maneira eficiente de montar seu negocio é pelo passo a passo do Importador VIP, pois fornecedores chineses estão vendendo  cada vez mais  na Amazon e outros canais, como eBay e seus próprios sites. A Amazon vem recrutando ativamente fornecedores chineses para usar a plataforma para enviar e cumprir suas ordens nos Estados Unidos (um requisito mínimo para a maioria dos clientes Prime).

Mas aqui está uma realidade difícil – os vendedores chineses nem precisam usar FBA ou outros 3pls  nos Estados Unidos para competir com você. Eles podem enviar diretamente da China para consumidores nos Estados Unidos e eles pagarão menos pelo envio do que em muitos casos.

O Acordo 

Um pequeno acordo que USPS e China Post assinaram há muitos anos atrás. Um acordo com a Hong Kong Post e a China Post, que entrou em vigor em 2011 para oferecer uma opção de envio denominada “e-Packet”.

O que um e-Packet resume basicamente é que os comerciantes em Hong Kong e na China continental agora podem enviar pacotes até 4,4 libras, com rastreamento e 7-10 dias úteis de entrega. Mas aqui está o kicker – enviar um pacote da China para os EUA é cerca de US $ 1 mais barato do que nos Estados Unidos. Isso não é um erro de digitação. É $ 1 mais barato para enviar a China para os EUA do que EUA para os EUA.

O USPS informa que perde, em média, US $ 1,10 por cada pacote que entrega da China. De fato, em 2014 a USPS informou que eles perderam mais de US $ 75 milhões entregando correio estrangeiro. O congresso dos EUA realizou reuniões sobre o tema em 2015.

Bem, não é necessariamente culpa da USPS. A USPS está vinculada por um acordo com a União Postal Universal, A União Postal Universal (UPU) é uma das organizações internacionais mais antigas do mundo que remonta ao século XIX. Seu objetivo original era permitir que pessoas e empresas enviassem cartas para uma taxa fixa em qualquer lugar do mundo e também ajudam a subsidiar a entrega de correio dos países mais pobres. Parece bem intencionado, então o comércio eletrônico aconteceu.

Como Desenvolver Habilidades

Você já ouviu algumas pessoas dizerem que fazem o que amam ou gostam e vivem dessa atividade? Eu presumo que poucas ou nenhuma. São varias as profissões hoje em dia, executivo, médico, engenheiro, profissionais liberais, empreendedores, etc. E caso queira desenvolver a habilidade de desenhar veja mais AQUI.

O importante no momento é saber qual grupo você tem maior aptidão, quais atividades tem mais facilidade e prazer. Para conseguir tirar o seu maior potencial  é fundamental usar seus talentos.

 

Infelizmente não somos ensinados a reconhecer nossas habilidades, nem em casa e muito menos na escola, pois é normal termos que estudar matérias que somos ruins durante anos.

É obvio que a maior preocupação não é ensinar mas sim deixar as crianças e jovens somente ocupados com deveres e lições que dificilmente vai ser útil em algo posteriormente. E o padrão utilizado para ver se somos aptos ou não são avaliações que muitas das vezes são decorebas.

 

O questionamento são os alteres do cérebro”

 

BLOQUEIOS METAIS

Em nossa infância fomos ensinados o que não era para fazer, cheio de “NÃOS” e assim foram criando bloqueios mentais prejudicando nossa criatividade e inteligencia. Crescemos sem questionar, aceitando tudo o que nos falam e não temos nem a curiosidades de saber os porquês, nosso cérebro formou um padrão, o padrão da mediocridade.

o fundamento para desenvolver o talento, como já foi escrito, é descobrir seus talentos naturais e investir tempo de estudo nessas áreas mais promissoras de suas habilidades.

Agora, quando adulto, o momento é de reaprendizagem, focar em o que quer aprender e tem prazer.

Mesmo que você não tenha habilidade em um determinado assunto que goste muito é possível com  estudo e pratica (desde que com muita frequência) ficar melhor do que quem tem talento e não desenvolve – o.

 

Xiaomi – O Triunfo Dos Smartphones

Origem

Xiaomi é uma empresa chinesa privada com sua matriz em Pequim e seu fundador e diretor é Lei Jun eleito a sexta pessoa mais rica da china, segundo a Forbes.

Apesar de sua entrada recente no mercado de Smartphone (2011), a gigante tecnológica já é a terceira maior distribuidora do mundo ficando atrás apenas das consolidadas Apple e Samsung.

Em 2014 a Xiaomi vendeu mais de 60 milhões de telefones celulares e foi a maior fornecedora do mundo, ultrapassando a líder de Samsung. No final do mesmo ano a empresa de tecnologia recebeu investimentos de mais de 46 bilhões de dólares tornando – se uma das mais valisas.

Nesse ano (2017) se tornou a quinta marca com maior presença, atrás apenas da Lenovo, Huawei, Alibaba e Elex tech.

E 4 anos após o seu 1°lançamento de Smartphone a gingante chegou ao Brasil, porem após 1 ano da entrada no Brasil a empresa resolveu parar de trazer seus lançamentos para o país, então na metade de 2016 eles encerraram integralmente suas atividades. Agora, uma das alternativas para ter acesso a esses Smartphone é importando.

Porque não deu certo no Brasil

Ao chegar no Brasil, a “Apple chinesa“foi carinhosamente recebida pelos fãs da marca formando filas e o vice presidente internacional, Hugo Barra (brasileiro) foi o responsável em comandar o evento e fez uma apresentação alá Steve Jobs para os clientes.

Um ano após essa apresentação empolgada Xiaomi começou vagarosamente a tirar a empresa do país e os motivos é claro, a baixa quantidade de vendas, estimasse que em 2015 foram vendidos apenas 40 mil aparelhos  e até abril de 2016 não chegaram a 10 mil. Para termos um comparativo a Asus tem vende em média 100 mil aparelhos por mês.

Hugo Barros, em uma entrevista, disse que o foco está na china e índia e com uma estrutura global bem alinhada, mas não pretende trazer lançamentos para o Brasil.

 

 

Mudanças Na Era Digital

NOVA CULTURA

Há anos os executivos e funcionários de empresas valorizavam a estabilidade, hierarquia, tempo de trabalho e outros conceitos, hoje, ultrapassados. Isso ocorre porque o conhecimento era escasso, aprendizado lento e a tecnologia não muito avançada. Hoje podemos desenvolver habilidades das mais variadas em casa através da internet, com um curso online de culinária, artes, negócios e até mesmo desenho ( veja esse exemplo do Método Fan Art).

Atualmente vemos executivos de nível estratégicos desligando se de organizações multinacionais para outras empresas em crescimento, ou ainda em fase de planejamento, como é o caso das start ups. O acesso acesso a informação e o avanço a tecnologia permitiu essa disrupção na carreira profissional.

É possível ter uma vasta gama de conhecimento em casa, no escritório ou até mesmo na rua, é o que a internet  e as ferramentas online nos proporcionam, é normal pessoas trabalharem  e estudarem em casa, com empreendimentos digitais e ensino EAD, a tecnologia não trouxe apenas facilidade e comodidade aos usuários mas mudou e está mudando a vida das pessoas.

NOVAS OPORTUNIDADES

“O mundo digital” tem aberto um novo horizonte principalmente para as novas gerações, eles não querem mais um emprego formal nas normas da CLT, e muitos menos fazer o que não tem sentido somente pelo incentivo financeiro, os colaborados do presente e do futuro estão dispostos a transformar a sociedade, criam propósitos  missão de vida e tomam decisões e atitudes baseadas em que transforma – rá suas vidas.

O grande problema das empresas é o investimento de milhões de reais em tecnologias mas a cultura continua a mesma, sem preocupação com a sustentabilidade, capacitação dos colaboradores e motivação para que os mesmo sintam orgulho de realizar sua função. Os gestores devem se preocupar e saber o que mobiliza as pessoas, a satisfação do desempenho profissional, é isso que vão motiva las a serem as melhores em suas atividades.

Portanto é evidente que a tecnologia e a cultura digital devem andar juntas, pois se forem independentes os resultados serão medíocres e ineficientes, porem se a mentalidade estiver alinhada com o avanço tecnológico, o resultado será extraordinário.